CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Site Oficial
da Confederação
Brasileira de
Handebol

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Buscar

CBHb no Facebook CBHb no Twitter CBHb no YouTube CBHb no Instagram

HANDEBOL - JOGOS DESPORTIVOS

BRASIL VENCE A RIVAL ARGENTINA E É OURO NO FEMININO

SÃO BERNARDO DO CAMPO – SP ( LCS ) – Quatro vitórias em quatro jogos. Foram 130 gols a favor, 58 gols contra, saldo de 72. Invicta, a Seleção Brasileira de Handebol Feminino foi campeã dos Jogos Desportivos Sul-Americanos. O título veio com a vitória sobre a rival Argentina pelo placar de 26 a 13 (12-6), na noite desta quinta-feira (08), no Ginásio Poliesportivo de São Bernardo do Campo (SP). "O resultado é muito importante, pois mantém a nossa hegemonia na América do Sul e garante a nossa vaga no Pan-Americano. Estou muito contente com esse grupo que mescla jogadoras jovens e experientes. Elas fizeram por merecer essa conquista", disse o técnico Alexandre Schneider. A armadora e capitã brasileira, Lucila Vianna da Silva, eleita pelo Comitê Olímpico Brasileiro a melhor atleta do país em 2001, comemorou a vitória. "Participei de várias conquistas do Brasil, mas esta tem um sabor especial, pois é um grupo novo e muito unido. Além disso, a torcida compareceu em peso e sentimos esta vibração dentro de quadra. Esta vitória, com certeza, tem um gosto diferente". A jogadora foi a artilheira da decisão com sete gols. "É a recompensa do trabalho. Sempre tento melhorar e aperfeiçoar cada vez mais." O técnico da Argentina, Daniel Zeballos, ressaltou a boa apresentação brasileira. "A Argentina está com um time novo e deu o máximo em quadra. Mesmo assim, o Brasil foi superior e mereceu ficar com o título." Para a armadora Aline da Conceição da Silva, a Chicória, é muito bom vencer a rival Argentina na final. "É um título diferente, pois se trata de um grupo novo, um novo trabalho. Além disso, é gostoso ganhar da Argentina por causa da rivalidade que envolve os dois países". Já a ponta Valéria Maria de Oliveira também ressaltou a rivalidade. "Elas provocam muito e pensam que podem ganhar nas jogadas bruscas. Por isso, ganhar delas é muito gostoso. Ainda mais em uma final." O presidente da Confederação Brasileira de Handebol, Manoel Luiz de Oliveira, destacou a importância do título. "É muito importante para o desenvolvimento do esporte no país. É a confirmação de um trabalho e consolida a posição de hegemonia do Handebol Feminino Brasileiro nas Américas. Agora, esperamos conquistar o ouro também no Pan-Americano da República Dominicana, para garantirmos uma vaga nos Jogos Olímpicos, o que coroaria ainda mais esse trabalho." A Seleção Brasileira entrou em quadra com Jaqueline (Jacke), Alexandra, Fabiana (Dara), Lucila, Aline (Chicória), Idalina (Dali) e Sandra, além de Viviani, Margareth (Meg Montão), Silvia, Maria José (Zezé), Célia, Valéria e Cristina. As jogadoras Eliane e Alessandra (Alê) não participaram da partida final, mas fazem parte do grupo que conquistou o ouro. A artilheira do torneio foi a paraguaia Fabiana Aluan, com 27 gols, seguida pela brasileira Lucila e pela uruguaia Sofia Griot, ambas com 24. Karina Vanesa Seif, da Argentina, marcou 23, enquanto a brasileira Viviani de Castro Emerick foi a quinta maior artilheira, com 16. Brasil e Argentina, respectivamente campeão e vice dos Jogos Desportivos Sul-Americanos, já garantiram vaga no Pan-Americano, que será realizado em março no Brasil (ainda sem local definido), e disponibilizará três vagas para o Mundial da Croácia, em dezembro. O segundo Pan será disputado em agosto, na República Dominicana, e o campeão estará garantido nos Jogos Olímpicos de Atenas, na Grécia, em 2004. CLASSIFICAÇÃO FINAL Medalha de Ouro – BRASIL Medalha de Prata – Argentina Medalha de Bronze – Uruguai Quarto lugar – Paraguai A CAMPANHA DO CAMPEÃO Primeira fase Brasil 35 x 15 Paraguai Brasil 40 x 15 Uruguai Brasil 29 x 15 Argentina Decisão: Brasil 26 x 13 Argentina Tabela dos Jogos Desportivos Sul-Americanos Sábado – 03/08 14h30 – Brasil 35 x 15 Paraguai 16h30 – Argentina 15 x 11 Uruguai Domingo – 04/08 14h15 – Argentina 28 x 15 Paraguai 16h15 – Brasil 40 x 15 Uruguai Segunda-feira – 05/08 15h30 – Uruguai 24 x 22 Paraguai Terça-feira – 06/08 17h30 – Brasil 29 x 15 Argentina Hoje – 08/08 18h00 – Uruguai 25 x 16 Paraguai (Decisão da medalha de bronze) 20h00 – Brasil 26 x 13 Argentina (Decisão da medalha de ouro) Cobertura: Ricardo Zanei Fotos do evento estão disponíveis no site www.cob.org.br/imagens

Apoiador Oficial

Cola Oficial

Apoio

Links