CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Site Oficial
da Confederação
Brasileira de
Handebol

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Buscar

CBHb no Facebook CBHb no Twitter CBHb no YouTube CBHb no Instagram

EQUIPE VENCE A ARGENTINA

BRASIL É OURO NO PAN-AMERICANO FEMININO

SÃO BERNARDO DO CAMPO - SP (LCS) – O Brasil manteve a hegemonia no handebol das Américas ao conquistar, neste domingo, pela quinta vez, o título do Campeonato Pan-Americano Adulto Feminino, no Ginásio Cidade de São Bernardo do Campo (SP). A equipe passeou pela quadra diante da Argentina, que teve que absorver um placar com 14 gols de diferença: 24 a 10 (12 a 6 no primeiro tempo). Com o resultado, os dois times garantiram a vaga para o Campeonato Mundial, em dezembro, na Rússia. A medalha de bronze e a terceira vaga para o Mundial ficaram com a equipe do Uruguai, que venceu o Canadá, por 27 a 22 (14 a 10). Na quinta colocação ficou a República Dominicana, ao derrotar os Estados Unidos, por 30 a 23 (13 a 14). A dominicana Yudith Brito foi a maior goleadora do torneio, marcando 33 gols nas cinco partidas.

A velha rivalidade em quadra foi enfatizada na partida entre Brasil e Argentina. Além de valer o título do campeonato, as duas equipes colocaram o orgulho em jogo. Em um confronto emocionante, sob o olhar de cerca de quatro mil torcedores brasileiros, os nervos estavam à flor da pele. A armadora Aline Santos deu início ao placar brasileiro, mas a defesa das duas equipes foi o fator predominante. O equilíbrio esteve presente até a metade do primeiro tempo, quando o Brasil, pelas mãos da armadora Chicória, abriu boa vantagem para depois fechar a parcial em 12 a 6. No segundo tempo, as brasileiras começaram a avançar pelas pontas e deixaram o ataque argentino imobilizado. O Brasil passou a dominar a partida, o que desestabilizou ainda mais o time adversário. Com uma diferença de 14 gols, as brasileiras sagraram-se campeãs.

O responsável pelo trabalho feito com a Seleção Brasileira, o técnico espanhol Juan Oliver Coronado, explicou um pouco da tática utilizada pelo grupo. “Estamos começando a trabalhar mais a defesa porque em partidas internacionais, principalmente contra as equipes européias, ela é essencial. A defesa é um seguro de vida.” O técnico deu os parabéns ao trabalho de sua equipe. “Não posso deixar de agradecer ao trabalho das jogadoras que se dedicaram muito durante toda a fase de preparação.”

A nova postura de todo o time foi um ponto de destaque na competição. “Estamos implantando novos conceitos e conseguimos melhorar em muitos sentidos, mas ainda temos muita coisa a fazer. Em alguns momentos arremessamos mal e perdemos muitos gols. É preciso obter mais concentração nos arremessos”, concluiu.

A ponta direita Alexandra foi a artilheira da Seleção Brasileira no campeonato, com 24 gols, e comemorou o novo momento que está vivendo. “O novo trabalho que a comissão técnica está implantando desafoga um pouco o jogo das armadoras e das pivôs. Com isso, sobra a responsabilidade também para nós, pontas, e fui feliz na competição em conseguir desempenhar muito bem a minha função”, afirmou.

Outro destaque da Seleção Brasileira foi a goleira Chana, que praticou grandes defesas e no final da partida ainda quase surpreendeu o adversário com um gol. “Particularmente acho que foi o meu melhor jogo, cumpri bem o papel que foi determinado e, além de defender, consegui ligar alguns contra-ataques, que é importante no handebol”, explicou a jogadora.

Sobre o clima de rivalidade que existe sempre em confrontos entre Brasil e Argentina, no handebol não seria diferente, e a marcação forte das argentinas irritou muitas vezes as brasileiras. “Estamos acostumadas a enfrentar a defesa delas, que é muito forte. A Argentina entra mesmo para bater, mas no final acaba prevalecendo o melhor handebol do Brasil e a vantagem no placar explica isso”, disse a armadora Chicória.
 
Brasil: Chana, Alexandra (4 gols), Daniela (2), Pará (1), Lucila (4), Adriana e Aline Santos (3), além de Chicória (6), Fabiane, Adriana (2), Tayra, Millene (1), Juceli e Sílvia Helena (1). Argentina: Valentina, Maricel, Patrícia (1), Bibiana, Pilar, Cíntia (1) e Mariana (3), além de Magdalena (5).

Todos os jogos:

Quarta-feira – 25/05
15h00 – Argentina 22 a 18 República Dominicana
17h00 – Uruguai 28 a 24  Estados Unidos
20h00 – Brasil 41 x 10 Canadá

Quinta – 26/05
16h00 – Canadá 24 x 15 Estados Unidos
18h00 – Argentina 32 x 15 Uruguai
20h00 – Brasil 39 x 14 República Dominicana

Sexta – 27/05
16h00 – República Dominicana 11 x 17 Uruguai
18h00 – Canadá 22 x 29 Argentina
20h00 – Estados Unidos 08 x 27 Brasil

Ontem – 28/05
13h00 – Argentina 29 x 21 Estados Unidos
15h00 – Brasil 35 x 14 Uruguai
17h00 – Canadá x República Dominicana

Hoje – 29-05
08h00 – Estados Unidos 23 x 30 República Dominicana
09h30 – Uruguai 27 x 22 Canadá
11h30 – Argentina 10 x 24 Brasil - BandSports

As Seleções Brasileiras de Handebol têm o patrocínio da Petrobras e contam com o fornecimento de material esportivo da Penalty.

Cobertura: Malú Souza, Glória Sperandio e Anderson Fattori

Apoiador Oficial

Cola Oficial

Apoio

Links

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol