CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Site Oficial
da Confederação
Brasileira de
Handebol

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Buscar

CBHb no Facebook CBHb no Twitter CBHb no YouTube CBHb no Instagram

ESTRÉIA VITORIOSA

BRASIL SE SAI BEM E GARANTE A PRIMEIRA VITÓRIA NO PAN-AMERICANO MASCULINO

ARACAJU – SE (LCS) – O Brasil começou com o pé direito no Pan-Americano de Handebol Adulto Masculino, que está sendo disputado em Aracaju (SE). Nesta terça-feira (06), a equipe nacional venceu o Uruguai, depois de um jogo equilibrado, com o placar de 31 a 22 (11 a 11 no primeiro tempo). Em um dos jogos mais disputados do dia, o México empatou com os Estados Unidos em 28 gols (11 a 11). Os primeiros resultados foram: Groenlândia 32 x 30 Chile, e Argentina 38 x 20 Porto Rico. Na liderança da artilharia, desponta o mexicano Jonathan Camargo, com 10 gols.

Amanhã, os primeiros a entrarem em quadra são os Estados Unidos e Porto Rico, às 14h. Às 16h, o Chile enfrenta o Uruguai; às 18h, a Argentina pega o México e, por último, às 20h, o Brasil joga contra a Groenlândia.

O Uruguai começou no ataque e abriu o placar. Helinho fez o primeiro pela ponta esquerda e deixou tudo igual. Os brasileiros ficaram atrás por alguns minutos, mas com um chute de sete metros cobrado pelo armador Léo, voltaram a empatar. A defesa adversária trabalhou muito bem e impediu o ataque da Seleção Nacional forçando o empate no primeiro tempo.

O segundo tempo foi mais movimentado. A defesa brasileira trabalhou bem e a equipe soube explorar os contra-ataques. Na metade da segunda etapa, o Brasil começou a gostar mais do jogo e disparou no marcador fechando a partida com tranqüilidade.

Para o técnico Jordi Ribera, era claro que esse primeiro jogo seria mais difícil para os brasileiros. “Durante a nossa preparação não jogamos contra nenhuma equipe que nos criasse problemas. O Uruguai é um bom time e teve seus méritos. Aos poucos deixamos a pressão de lado e a partir do momento em que as coisas se saíram melhor, nós aumentamos o placar”, concluiu.

O goleiro Maik ajudou o time com defesas importantes no segundo tempo e acredita que no início o grupo entrou um pouco preocupado com a quadra, que estava escorregadia por conta da umidade. “No segundo tempo entramos mais determinados, concentrados, e começamos a trabalhar melhor a defesa, aí abrimos o marcador.” Amanhã, os brasileiros irão enfrentar a Groenlândia, um time que pode surpreender, segundo o goleiro. “É uma equipe que tem tradição e se saiu bem em outros Pan-Americanos. É um time bom e por isso temos que entrar bastante concentrados”, planejou.

México e Estados Unidos ficaram equilibrados durante todo o jogo. Em alguns momentos, o México, que parecia menos cansado, se sobressaiu. Mesmo vencendo durante todo o segundo tempo, os Estados Unidos ganharam fôlego e buscaram o empate. 

Brasil: Alê, Tupan (8), Zeba (1), Jardel, Júnior (1), Helinho (3) e Folhas (1), além de Léo (6), Menta (5), Borges (3), Bruno (2), Sílvio e Sidney (1). Uruguai: Mário, Pablo Spalla, Maximiliano (2), Diego, Hermann, Pablo Montes (1) e Pablo Ongay, além de Diego Viacava (1), Javier (2), Pablo Marrochi (9), Pablo Caro (5) e Gabriel (2).

Estados Unidos: Danny, Gil (5), Gary (9), Ryan, Tom, Milan e Jeff (4), além de Troy (2), Divine, Patrick (1), Muris (1), David (3) e Mark (3). México: Moises (10), Jose, Jonathan, Arturo, Luis Hurtado (2), Luis Stoopen (2) e Jose Garcia, além de Angel (2), Alejandro (3), Arturo (3), Ignácio (2), Rafael (1), Marcial (3) e Miguel. 

As Seleções Brasileiras de Handebol têm o patrocínio da Petrobras e contam com o fornecimento de material esportivo da Penalty.

Reportagem: Malú Souza; cobertura: Ana Andrade

Apoiador Oficial

Cola Oficial

Apoio

Links

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol