CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Site Oficial
da Confederação
Brasileira de
Handebol

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Buscar

CBHb no Facebook CBHb no Twitter CBHb no YouTube CBHb no Instagram

37 A 17

BRASIL SEGUE COM VITÓRIA NO PAN-AMERICANO MASCULINO

ARACAJU – SE (LCS) – O Brasil deu mais um passo rumo ao título do Campeonato Pan-Americano Masculino de Handebol. Nesta quarta-feira (07) a equipe venceu a Groenlândia, por 37 a 17 (21 a 10 no primeiro tempo). A Argentina passou sem dificuldades pelo México, por 31 a 14 (19 a 8). Nesta quinta-feira (08), a terceira rodada começa com a partida entre Porto Rico e México, às 14h, em seguida jogam Uruguai e Groenlândia, às 16h; e depois, às 18h, os Estados Unidos enfrentam a Argentina. Os brasileiros fazem o último jogo da primeira fase contra o Chile, também às 20h.
 
Depois da homenagem feita ao ponta Renato Tupan, que completou 27 anos hoje, a equipe brasileira entrou mais descontraída no jogo desta quarta-feira. Zeba fez o primeiro e puxou a grande seqüência de gols do primeiro tempo. Com um ataque bem formado, o Brasil deixou a Groenlândia nervosa sem poder correr atrás da reação. Os gols não demoraram a sair no segundo tempo. A defesa da Groenlândia não foi capaz de suportar os contra-ataques do Brasil e, além disso, se perdeu com alguns erros de passe. O placar fechou de forma tranqüila dando a vitória aos brasileiros.
 
Segundo o armador Bruno Santana, a equipe entrou no jogo com a proposta de melhorar o trabalho que fez ontem. “No primeiro jogo nós tivemos dificuldades por causa umidade da quadra. Hoje jogamos forte defensivamente e a partir do momento em que exploramos os contra-ataques, abrimos o placar e conseguimos mantê-lo até o final.” O jogador espera um jogo forte para amanhã, contra o Chile. “Precisamos manter a defesa e os contra-ataques. Se jogarmos bem e conseguirmos manter o nível, manteremos o placar favorável”, completou.
 
O técnico Jordi Ribera afirma que o Brasil foi mais tranqüilo em quadra. “Creio que ontem, por ser estréia, foi mais complicado. Estávamos mais nervosos. Hoje tivemos outro nível em quadra. Jogamos com os 16 atletas e nos mantivemos em alta no jogo.“
 
Argentina: German, Leonardo, Matias Lima, Federico, Ezaquiel, Bruno e Gonzalo, além de Sérgio, Emiliano, Juan, Alejo, Facundo, Marcelo, Gonzalo Carou, Fernando e Damián. México: Moises, Marcial, Arturo, Miguel Contreras, Jonathan, Jose Santos e Jose Garcia, além de Rafael, Angel, Ignácio, Luis Atoopen, Luis Hurtado, Miguel Camacho, Alejandro, Erick e Eder.
 
Brasil: Maik, Folhas (2), Zeba (2), Tupan, Borges (2), Bruno Santana (4) e Jardel (2), além de Sidney (4), Menta (3), Léo (4), Helinho (7), Sílvio (3), Júnior (4) e Alê. Groenlândia: Ilannguaq, Rasmus, Aqqalm (2), Eqalunnguaq, Jonas (1), Minik (7) e Fohannes, além de Jakob, Angutimmarik (3), Andréas (1), Ulrik (3), Peter, Niels, Anders, Ole e Hans.
 
As Seleções Brasileiras de Handebol têm o patrocínio da Petrobras e contam com o fornecimento de material esportivo da Penalty.
 
Cobertura: Malú Souza e Ana Andrade

Apoiador Oficial

Cola Oficial

Apoio

Links

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol