CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Site Oficial
da Confederação
Brasileira de
Handebol

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol

Buscar

CBHb no Facebook CBHb no Twitter CBHb no YouTube CBHb no Instagram

Seleção Masculina tem primeiro compromisso após os Jogos Olímpicos

Sob o comando de Washington Nunes, equipe irá disputar o III Torneio Quatro Nações em São Bernardo do Campo (SP)

Henrique Teixeira, central

Da redação, Santo André (SP) - Pouco mais de três meses após o fim dos Jogos Olímpicos no Brasil, a Seleção Masculina de Handebol volta a se reunir. De 31 de outubro a 7 de novembro, um grupo de 18 atletas estará concentrado no ABC Paulista para treinamentos e para a disputa da terceira edição do Torneio Quatro Nações, nos dias 4, 5 e 6 no Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). Desta vez, os brasileiros terão como adversários as Seleções do Canadá, Chile e Cuba. 

Esta é a primeira convocação da Seleção sob o comando do técnico Washington Nunes, que assumiu o cargo após a Rio 2016. Mesmo sendo o início de uma longa jornada até Tóquio 2020, o treinador optou por não partir totalmente do zero, como era previsto, e convocou uma lista com a maioria dos atletas que já fizeram parte do ciclo anterior, comandado pelo espanhol Jordi Ribera. O principal objetivo é fazer uma avaliação pensando no Mundial da França, em janeiro de 2015.  

"Fizemos o processo de convocação procurando manter uma grande base que foi aos Jogos Olímpicos, só que lá só podíamos ir com 14. Além disso, já havíamos discutido a importância de agregar jogadores mais jovens, como por exemplo o Ceretta, que é canhoto e de uma posição importante, que é o armador direito, e que com o Zeba encerrando a carreira na Seleção, só temos hoje o José Guilherme e o Oswaldo. É um atleta com um perfil interessante, que tem 1m95 e hoje joga na Liga B da Espanha. Temos também o retorno do Wesley, trouxemos ainda o Panda, que é outro jogador alto e com a possibilidade de formar um segundo sistema defensivo, que é o 6-0. No gol, temos o Pedro, que é um menino novo e com um perfil que queremos trazer para a Seleção", explicou detalhadamente o treinador. 

O Quatro Nações será um torneio fundamental para Washington fazer uma avaliação dos atletas antes do Mundial. "Queremos dar continuidade à todo o processo que foi feito até agora e nos prepararmos muito bem para o Mundial. A ideia não é sair de um ciclo que se fecha, mas manter um ciclo em continuidade, como um espiral. Cada vez que os atletas voltam ao ponto inicial, voltam melhores e com mais qualificação", apontou. "Esta é uma fase de preparação e de transição. Vamos ter uma boa conversa com o grupo para mostrar quais são os pontos que queremos que sejam mantidos e quais os pontos que já queríamos acrescentar e que vamos poder fazer nessa etapa."

Após o Quatro Nações, a Seleção Masculina tem uma agenda cheia pela frente até o dia 11 de janeiro, quando estreia no Mundial contra os donos da casa. De 2 a 22 de dezembro, volta a se reunir para mais uma fase de treinamentos, em conjunto com a Seleção Júnior. No dia 2 de janeiro se apresenta para treinamentos e jogos na Suíça e no dia 9 viaja para a França, conforme a programação do técnico. "As expectativas são muito boas. A chave é difícil, mas as expectativas são boas por tudo que esse grupo desempenhou ao longo desses últimos quatro anos", encerrou. 

Seleção Masculina de Handebol 

Goleiros - César Augusto de Almeida 'Bombom' (OIF Arendal-Noruega), Pedro Henrique Hermones Silva (Balonmano Cangas-Espanha) e Rangel Rosa (HC Odhorei-Romênia). 

Armadores - Gabriel Ceretta Jung (FC Barcelona-Espanha), Haniel Lângaro (BM Ciudad de Logroño-Espanha), José Guilherme de Toledo (Orlen Wisla Plock-Polônia), Leonardo Felipe Sampaio Santos (CB Ademar León-Espanha), Oswaldo Maestro Guimarães (Anaitasuna de Pamplona-Espanha) e Thiagus 
Petrus Gonçalves dos Santos (Mol-Pick Szeged-Hungria). 

Centrais - Henrique Selicani Teixeira (CB Huesca-Espanha) e João Pedro Francisco da Silva (Chambéry Savoie Handball-França).

Pontas - André Martins Soares 'Alemao' (Taubaté/Unitau/FAB-SP), Fábio Chiuffa (Kif Kolding Kobenhav-Dinamarca), Lucas Cândido (BM Guadalajara-Espanha) e Wesley Freitas (Taubaté/Unitau/FAB-SP). 

Pivôs - Alexandro Pozzer 'Tchê' (Fertiberia Puerto Sagunto-Espanha), Felipe Santaela 'Panda' (EC Pinheiros-SP) e Rogério Moraes Ferreira (WC Vardar-Macedônia).   

Comissão técnica 

Técnico: Washington Nunes
Assistente técnico: Hélio Lisboa Justino
Supervisor: Cássio Marques
Treinador de goleiros: Diogo Castro
Preparador físico: Fernando Millaré
Fisioterapeuta: Gustavo Barbosa

Apoiador Oficial

Cola Oficial

Apoio

Links

CBHb Site Oficial da Confederação Brasileira de Handebol